Categoria: Saude

10 maneiras fáceis de ser uma mulher (muito) mais saudável

10 maneiras fáceis de ser uma mulher (muito) mais saudável

Estas estratégias simples e fáceis serão bem sucedidas.
Tehrene Firman
De Tehrene Firman
6 de maio de 2019

100 movimentos fáceis de ser uma mulher (muito) mais saudável

Ser saudável não é fácil, mas está prestes a ficar muito mais fácil. Há tantas pequenas coisas que você pode fazer no seu dia-a-dia que se somam ao longo do tempo, não apenas ajudando você a se sentir bem no momento, mas também garantindo que você ainda se sinta bem na estrada. De acrescentar um pouco de açafrão às suas refeições ou subir as escadas ao elevador, aqui estão 100 maneiras de ser uma mulher muito mais saudável com o mínimo de esforço.
1
Reduzir o sódio

Maneiras fáceis de ser uma mulher mais saudável

Mais tarde, saleiro. Pode tornar tudo mais saboroso, mas ter muito em sua dieta não vai fazer bem à sua saúde. De acordo com a Cleveland Clinic, o excesso de sódio – a quantidade diária recomendada é de apenas 2.300 mg ou 1 colher de chá, a propósito – pode fazer seu coração trabalhar mais, aumentando sua pressão arterial. Mas a redução ajudará a manter seu corpo funcionando adequadamente e a manter um peso saudável.
2
Receba sua risada

Maneiras fáceis de ser uma mulher mais saudável

Há uma razão científica muito saudável para rir mais: de acordo com a Clínica Mayo, começar a rir pode ajudar a prevenir o envelhecimento prematuro devido à sua capacidade de baixar os níveis do cortisol, o hormônio do estresse, e ajudá-lo a se livrar de todos os penteados extras. tensão no seu corpo. Então, ligue um filme, vá a um programa de comédia ou saia com amigos – seja o que for que você precise para adicionar um pouco mais de riso à sua vida.
3
Mantenha uma atitude positiva

Maneiras fáceis de ser uma mulher mais saudável

Não há razão para olhar para a vida de outra maneira que com uma mentalidade de copo meio cheio. De acordo com um estudo de 2016 publicado na revista Personality and Individual Differences , essa atitude positiva não só irá ajudá-lo a envelhecer em um ritmo mais lento, mas também fará com que você viva a sua vida sentindo-se feliz e livre de estresse no processo.
4
Mantenha lanches saudáveis ​​à mão

Maneiras fáceis de ser uma mulher mais saudável

Você é uma mulher ocupada – e isso significa que você provavelmente está sempre em movimento. Para aqueles momentos em que você fica pendurado horas antes do jantar, mantenha alguns lanches saudáveis ​​à mão. Em vez de correr para a máquina de venda automática para algo que vai fazer você se sentir uma porcaria cinco minutos depois de comer, você estará nutrindo seu corpo e mantendo seus níveis de energia até a próxima refeição.
5
Receba massagens regularmente

Maneiras fáceis de ser uma mulher mais saudável

Como se você precisasse de uma desculpa para ir ao spa, certo? Como o estresse tem tantos efeitos negativos sobre o corpo – de ansiedade e depressão a derrames e ataques cardíacos – você tem que aproveitar todas as oportunidades possíveis para diminuir seus níveis, e receber uma massagem é uma ótima maneira de fazê-lo. Aliviar essa tensão é ótimo para sua saúde mental e física, mantendo-se forte com a idade.
6
Não pule consultas médicas

Maneiras fáceis de ser uma mulher mais saudável

É fácil evitar o médico até que você tenha absolutamente que ir, mas tenha certeza de que você está fazendo check-ups regulares. Mesmo que você se sinta bem, pode haver algo que está faltando – e, se esse for o caso, seu documento pode ajudá-lo a voltar à situação e a permanecer mais saudável por mais tempo.
7
Obter uma associação ao ginásio

Maneiras fáceis de ser uma mulher mais saudável

Você tem dito a si mesmo que precisa de uma academia por anos – então o que você está esperando? Quando você coloca seu dinheiro em algo, é mais provável que você o use. E, indo para a academia todos os dias é ótimo para sua saúde, tanto mental quanto física. Não demorará muito para notar uma diferença em como você se sente, mesmo depois de alguns dias.
8
Pare de comer tanto açúcar

Maneiras fáceis de ser uma mulher mais saudável

Sejamos honestos – não é fácil evitar o açúcar. Está em tudo, desde seus pacotes de aveia instantâneos “saudáveis” até o molho de macarrão, e definitivamente se soma ao longo do tempo. Não só a sobrecarga de açúcar leva à obesidade e diabetes tipo 2, mas também pode dar-lhe rugas, linhas finas e flacidez sob os olhos, diz o Dr. Nigma Talib , em seu livro Younger Skin Starts in the Gut . Para evitar todos esses problemas, evite alimentos processados, pare de adoçar seu café e coma o mais saudável possível quando se trata de sua dieta.
9
Tome multivitaminas

Maneiras fáceis de ser uma mulher mais saudável

Leia também: Cromofina funciona

Mesmo se você acha que está obtendo todas as vitaminas e nutrientes de que precisa através de sua dieta, é complicado – e mesmo os indivíduos mais saudáveis ​​às vezes ainda precisam de uma ajuda extra. Para dar um impulso à sua saúde, encontre um multivitamínico que funcione para você: De acordo com a Cleveland Clinic, é uma maneira fácil de proteger seu corpo contra uma dieta imperfeita. Porque quem é perfeito mesmo assim?
10
Faça aulas de treino

Exercício de treino automático de treino de esteira

Algumas pessoas não são pessoas de academia, e tudo bem – mas antes de desistir de todo o exercício, tente aulas de ginástica. Há muitas opções diferentes com diferentes níveis de intensidade e vibrações, e você pode continuar verificando sua lista até encontrar algo que adore.

Fonte: https://www.valpopular.com/cromofina-funciona/

Com bons hábitos alimentares e atividade física diária, você estará

Com bons hábitos alimentares e atividade física diária, você estará

bem encaminhado para uma vida saudável. Fácil de dizer, mas às vezes não é tão fácil de fazer!

Nosso estilo de vida ocupado pode ser difícil para a saúde de nossa família. Correr para a escola e para o trabalho pode tornar difícil encontrar tempo para ser fisicamente ativo. Também podemos adotar o hábito de escolher lanches não saudáveis ​​e alimentos descartáveis ​​ou gastar nosso tempo livre assistindo TV ou em frente ao computador.

Leia também: Kifina funciona

No entanto, essas escolhas podem ser perigosas para nossa saúde e para a saúde de nossas crianças – tanto agora quanto a longo prazo. É por isso que é tão importante parar, fazer um balanço e tomar uma decisão consciente de seguir um estilo de vida saudável.

Como levar um estilo de vida saudável
Existem cinco maneiras simples para a sua família levar um estilo de vida saudável e voltar à pista:

1. Fique ativo todos os dias
A atividade física regular é importante para o crescimento saudável, o desenvolvimento e o bem-estar de crianças e jovens.
Eles devem ter pelo menos 60 minutos de atividade física todos os dias, incluindo atividades vigorosas que os fazem ‘bufar e bufar’.
Inclua atividades que fortaleçam músculos e ossos em pelo menos 3 dias da semana.
Os pais devem ser bons modelos e ter uma atitude positiva em relação a serem ativos.
2. Escolha a água como bebida
A água é a melhor maneira de saciar a sua sede – e não vem com o açúcar adicionado encontrado em sucos de frutas, refrigerantes e outras bebidas açucaradas.
Leite gordo reduzido para crianças com mais de dois anos é uma bebida nutritiva e uma excelente fonte de cálcio.
Dê às crianças frutas inteiras para comer, em vez de oferecer sucos de frutas que tenham muito açúcar.
3. Coma mais frutas e legumes
Comer frutas e legumes todos os dias ajuda as crianças a crescer e se desenvolver, aumenta sua vitalidade e pode reduzir o risco de muitas doenças crônicas.
Procure comer duas porções de frutas e cinco porções de vegetais todos os dias.
Tenha frutas frescas disponíveis como um lanche conveniente e tente incluir frutas e vegetais em cada refeição.
4. Desligue a tela e fique ativo
O tempo sedentário ou ‘ainda’ gasto assistindo TV, navegando on-line ou jogando jogos de computador está ligado a crianças com sobrepeso ou obesidade.
Crianças e jovens não devem gastar mais de duas horas por dia em entretenimento de ‘telinha’. Divida longos períodos de uso com a maior frequência possível.
Planeje uma variedade de jogos ou atividades ativas internas e externas para seus filhos, como alternativas para assistir TV ou jogar no computador.
5. Coma menos lanches e selecione alternativas mais saudáveis
Os lanches saudáveis ​​ajudam crianças e jovens a satisfazer suas necessidades nutricionais diárias.
Lanches à base de frutas e vegetais, laticínios com baixo teor de gordura e grãos integrais são as escolhas mais saudáveis.
Evite lanches que são ricos em açúcar ou gorduras saturadas – como batatas fritas, bolos e chocolate – o que pode causar as crianças a colocar em excesso de peso.

Fonte: https://www.valpopular.com/kifina-funciona-2/

3 dicas para cuidar da saúde mental

3 dicas para cuidar da saúde mental

O acúmulo de pequenos problemas, repetidos diariamente, podem provocar consequências negativas à saúde. Saiba como evitar o estresse.
longe do trabalho, Tatiana Alvarenga voltava a andar pelos corredores do escritório onde atuava como analista de redes sociais há mais de três anos. A jovem fora afastada, para um repouso médico, devido a um distúrbio psicológico momentâneo, uma espécie de colapso nervoso. O ano havia sido intenso: dívidas que se acumulavam por conta de um salário que não era compatível à sua profissionalização, o recente término de um namoro de muitos anos e, o pior de tudo, uma chefe que a assediava com gritos e comentários perniciosos.

Saiba mais: site de saúde

“Eu surtei. Dezembro chegou e as pessoas não paravam de falar de Natal e Réveillon, e eu pensando que não tinha muito para comemorar. Então quando minha chefe veio, mais uma vez, falar alto para todos que eu não estava fazendo meu trabalho direito – o que não era verdade. Ela só criticava meu trabalho quando o dono da empresa estava por perto; eu não aguentei, chorei, gritei e sorri. Tudo ao mesmo tempo. Ela ficou tão surpresa que só conseguiu ficar olhando. Deve ter pensado que eu tinha ficado maluca”, relembra Tatiana.

Depois de procurar ajuda médica, a jovem compreendeu que o acumulo de problemas tinha afetado sua saúde e, também por isso, ela tinha adquirido algumas compulsões, como descontar as angústias no chocolate e passar madrugadas assistindo a séries pelo tablet.

O coordenador de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas do Ministério da Saúde, Quirino Cordeiro, explica que esse tipo de situação tem uma frequência ainda maior no final do ano. “São meses que trazem sentimentos ambíguos por se tratar da finalização de um ciclo, a finalização de um ano, e muitas pessoas fazem uma avaliação da vida nesse período. E essa reflexão pode revelar metas não cumpridas e desejos não concretizados. Além disso, nessas épocas as pessoas costumam lembrar momentos felizes que não têm possibilidade de se repetir, isso pode agravar um momento de tristeza e dificuldades”, alerta.

Conheça algumas dicas para combater os efeitos negativos gerados pelo excesso de expectativas, trabalho, estresse e tristeza

– Trabalhe com a realidade. Nesse momento é importante fazer uma autoavaliação, mas é preciso adequar as expectativas geradas no começo do ano com a realidade que se desenrolou ao longo dele. Nos resultados dessa autoavaliação devem ser levados em consideração as possibilidades que se teve para alcançar as metas e objetivos pretendidos.

– Esteja próximo a pessoas que te fazem bem. Pode parecer um conselho óbvio, mas, nesse período, é fundamental escolher estar ao lado de pessoas que nos amam, que fazem o bem, que se importam com a gente. O suporte familiar e dos amigos é um fator de proteção contra o sofrimento.

– Cuide do seu corpo. O fim do ano traz também um aumento no número de confraternizações e festas, que podem ser um prato cheio para compulsões alimentares! Seja comedido, se alimente bem e sem exageros de doces ou álcool. Além disso, é importante manter uma frequência de exercícios físicos de pelo menos três vezes por semana. Está comprovado cientificamente que aliar uma alimentação balanceada às atividades físicas é um fator que ajuda a combater doenças físicas e mentais.

Um dos profissionais que atendeu Tatiana, falou que ela estava estressada, mas não da forma como as pessoas se condicionam a tratar do caso – que é mais relativo ao cansaço do dia a dia. O estresse não aparece em nenhuma categoria na classificação internacional de doenças, mas seus efeitos são observados nos consultórios das mais diversas especialidades médicas como cardiologistas, endocrinologistas e psiquiatras.

O acúmulo de pequenos problemas, repetidos todos os dias, pode provocar consequências como aumento da pressão arterial e do número dos batimentos cardíacos que, sem dúvida, trazem consequências negativas ao organismo.

Algumas dessas alterações são refletidas no corpo na forma de compulsões, ansiedade, queda de cabelo, problemas de pele, mau funcionamento do aparelho digestivo, má regulação do sono, aumento de peso ou emagrecimento, desequilíbrio no ciclo menstrual e depressão. Esse último ponto pode ser considerado um dos mais graves.

“Esse clima festivo do final do ano traz consigo uma expectativa de que todas as pessoas estejam nessa mesma sintonia, mas algumas estão passando por um momento de estresse, com preocupações grandes e sofrimento, e não podem corresponder a esse momento. Existem, inclusive, estudos que mostram que em datas muito marcantes com grande carga emocional, como as de final de ano, pode haver também uma elevação na incidência de suicídios”, explicou Quirino Cordeiro.